Quatro Contos Consonantes

 

textos:  Margaret Atwood

tradução: Vladimiro Nunes

ilustrações: Sebastião Peixoto

 

12,96

Sinopse

Na esteira das tradicionais histórias de encantar, a multipremiada escritora Margaret Atwood inventou Quatro Contos Consonantes, ilustrados, nesta tradução portuguesa, com o traço distintivo de Sebastião Peixoto. Através da aliteração — isto é, de repetições propositadas e recorrentes de determinadas consoantes (como neste texto de apresentação repleto de T) —, a autora construiu narrativas curtas, ora tenebrosas, ora hilariantes, que prometem estimular e divertir leitores de todos os estratos etários.

Críticas e imprensa

«Entre o absurdo e o tenebroso, a muito premiada escritora consegue captar a atenção de leitores de várias idades. O ritmo, o vocabulário e todo o universo ficcional conquistam de imediato quem gosta de palavras e de histórias. Quem ainda não sabe que gosta fica a saber. […] Quatro histórias contadas com jogos de palavras, aliterações e vários outros recursos de difícil tradução chegam aos leitores portugueses de uma forma clara e escorreita. Parabéns ao tradutor. Quem também merece felicitações é Sebastião Peixoto […]. A sua expressão condiz com a natureza e o universo do que é narrado, não se deixando circunscrever ao que é descrito, mas contribuindo para provocar outros níveis de leitura e interpretação.»

Rita Pimenta, Público [ler o texto completo]

«Um dos mais divertidos livros a agraciar as prateleiras das livrarias e bibliotecas nos últimos tempos.»

Fernando Carvalho, Visão Júnior [ler o texto completo]

«Uma boa porta de entrada para o imaginário de Margaret Atwood.»

Pedro Miguel Silva, Deus Me Livro [ler o texto completo]

«Uma pequena pérola, emparelhada com ilustrações insólitas à altura — em estranheza e em requinte.»

Sara Amado, blogue Prateleira de Baixo [ler o texto completo]

«Este volume reúne quatro obras infantojuvenis distintas de um dos grandes nomes da literatura contemporânea. Além de estarem exclusivamente reunidas, e pela primeira vez, graças a esta edição portuguesa, ganham ainda um tom ternamente sombrio (ao estilo de Tim Burton) com o traço distintivo das ilustrações a cores de Sebastião Peixoto — no final do livro incluem-se ainda alguns esboços das ilustrações. […] Estas breves histórias, como se pode perceber logo pelos títulos consonânticos, estão igualmente unidas pelo trabalho linguístico, nomeadamente no recurso à aliteração — e daí uma nota muito especial para a excelência da tradução, cujo trabalho não deve ter sido nada fácil (e deve ter envolvido muita adaptação), sem desrespeitar o sentido original dos textos. Os Quatro Contos Consonantes leem-se assim, por miúdos e graúdos, na corda bamba entre o destrava-línguas e um humor muito peculiar.»

Paulo Nóbrega Serra, blogue Palavras Sublinhadas [ler o texto completo]

«Um livro muito divertido, tanto para leitores mais novos como para leitores com um gosto especial pela sonoridade das palavras. […] A acrescentar a isto, há as ilustrações de Sebastião Peixoto, que fazem deste livro um objeto belíssimo.»

Sugestão de Carlos Vaz Marques no Programa Cujo Nome Estamos Legalmente Impedidos de Dizer, SIC [ver o vídeo]

Margaret Atwood

Margaret Atwood

 

Nasceu em Otava em 1939. É a mais celebrada autora canadiana e publicou mais de quarenta livros de ficção, poesia e ensaio. Recebeu diversos prémios literários ao longo da sua carreira, incluindo o Arthur C. Clarke, o Booker Prize, o Governor General’s Award e o Giller Prize, bem como o Prémio para Excelência Literária do Sunday Times (Reino Unido), a Medalha de Honra para Literatura do National Arts Club (EUA), o título de Chevalier de l’ Ordre des Arts et des Lettres (França) e foi a primeira vencedora do Prémio Literário de Londres. Em 2019 ganhou o Man Booker Prize pela obra Os Testamentosex æquo com Bernardine Evaristo, distinguida pelo romance Rapariga, Mulher, Outra.

 

Informação adicional

Referência

9789898881373

Páginas

84

Formato

14,5×21 cm

Encadernação

cartonado

Data de edição

dezembro de 2021